Ciência

Covid-19: resultados financeiros refletem catástrofe para o transporte aéreo

Crédito: AFP

Mulher espera no aeroporto de El Alto, após seu voo ter sido cancelado devido à greve de controladores de voo na Bolívia, em 21 de outubro de 2020 (Crédito: AFP)

Os resultados financeiros das empresas do transporte aéreo são catastróficos no terceiro trimestre, cuja recuperação tímida foi prejudicada pela segunda onda da covid-19.

A Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA) avalia a queda do tráfego aéreo em 66%.

+ EUA tem recorde de 80.000 novos casos de covid-19 em 24 horas
+ Obrigatoriedade de vacina contra covid-19 vai ao plenário do STF

Somente nos aeroportos de Paris a queda para o ano pode ser de 70%, uma revisão maior que uma estimativa anterior de 65% para os dois aeroportos de Orly e Charles de Gaulle.

“Seis meses após o início da crise na Europa e Estados Unidos, os índices não mostram nenhum sinal favorável para uma recuperação rápida (…). Esta crise será duradoura e não será em V” com uma queda brutal seguida por uma recuperação rápida, explica em um estudo a agência de assessoria Alix Partners.

Após a suspensão do tráfego aéreo em todo o mundo durante a primavera (boreal), a recuperação começou muito lentamente, particularmente nos voos internos, a partir de junho antes de alcançar um máximo em agosto, para voltar a cair em setembro.

– “Stress test” no inverno –

“A temporada de inverno (no hemisfério norte) será um ‘stress test’ para as companhias”, segundo a Alix Partners.

Nos Estados Unidos, as principais companhias aéreas American Airlines, SouthWest, Delta e United Airlines anunciaram em outubro uma receita em queda livre no terceiro trimestre. A American Airlines, número um do setor nos Estados Unidos, anunciou uma queda da renda de 73%.

Diante de uma falta de acordo de apoio ao setor aéreo em Washington após a suspensão dos subsídios destinados a ajudar a pagar aos trabalhadores, milhares de pessoas estão em paralisação técnica.

Na Ásia, a companhia de Hong Kong Cathay Pacific anunciou na quarta-feira o corte de 5.900 empregos, um quarto de seus efetivos e o fechamento da filial Cathay Dragon.

Na Europa, a IAG (casa matriz da British Airways e Iberia) e Lufthansa reduzirão drasticamente sua oferta no quarto trimestre, a 30% como máximo em relação à do ano passado no caso da IAG e a 25% no da alemã.

A escandinava SAS concluiu as negociações de um plano social com o corte de 5.000 empregos, 40% dos efetivos, anunciou a companhia na sexta-feira.

LATAM, a maior companhia aérea da América Latina, e suas filiais planejam operar em outubro com 24% e 26% de sua capacidade, em relação ao mesmo mês do ano passado, indicou recentemente a companhia, que sofreu uma queda de 75,9% em sua renda no segundo trimestre, e dispensou cerca de 12.600 trabalhadores. Em junho, a LATAM anunciou o fechamento de sua filial na Argentina.

– Perdas de emprego “catastróficas” –

Para a IATA, “a perspectiva das perdas de emprego de uma magnitude catastrófica é muito real”, comentou nesta semana Rafael Schvartzman, vice-presidente da organização para a Europa, ao exigir novos apoios financeiros dos governos, até que a “indústria possa se colocar de pé”.

Entre as boas notícias, a britânica Flybe, que havia declarado falência, pode voltar a voar no início de 2021, após o anúncio na segunda-feira de que foi comprada pela Thyme Opco, uma empresa controlada pelo fundo de investimentos Cyrus Capital.

Para tentar se recuperar, as companhias e os aeroportos pedem a realização de testes de diagnóstico em grande escala antes dos voos, para evitar medidas de quarentena na chegada, o que desanima muitos candidatos a viajarem.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?