Edição nº 1057 16.02 Ver ediçõs anteriores

Corrida armamentista

Corrida armamentista

Na esteira dos testes nucleares feitos por Kim Jong-un, o líder supremo da Coreia do Norte, que assustaram o mundo, o setor armamentista já se prepara para um provável crescimento nas vendas. A Rússia, por exemplo, começou uma campanha para aumentar suas exportações, que devem chegar a US$ 50 bilhões até o final do ano, segundo Dmitry Shugayev, que comanda o departamento de cooperação militar do país. Os russos querem utilizar suas operações na Síria como “publicidade” para seus equipamentos militares. Os Estados Unidos, por sua vez, devem se beneficiar das tensões na Ásia e elevar as vendas para seus principais aliados na região: Coreia do Sul e Japão, de acordo com uma avaliação feita pela consultoria Eurasia. Os gastos militares globais atingiram US$ 1,6 trilhão, no ano passado, segundo cálculos do Sipri, instituto que monitora o setor.

(Nota publicada na Edição 1035 da Revista Dinheiro)


Mais posts

A força da vitamina c

As vendas de suco de laranja nos Estados Unidos, maior mercado mundial do produto, registravam quedas consecutivas há cinco anos. Então [...]

Vitória quilombola

O Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a validade do decreto que regulamenta a demarcação de terras quilombolas. Foi uma grande [...]

Carnaval biodegradável

A empresa Fulpel Group, fabricante de embalagens biodegradáveis, forneceu 100 mil copos para a Pernod Ricard, dona das marcas Absolut, de vodka, e Ballantine’s, de uísque. Os recipientes foram utilizados nos camarotes da empresa no carnaval da Bahia. Com isso, evitou-se que 266 quilos de plástico fossem para o meio ambiente. (Nota publicada na Edição […]

O valor da árvore

A indústria brasileira de base florestal, que inclui os setores de celulose e madeira, fechou 2017 com um saldo positivo de US$ 7,5 [...]

Chile contra a obesidade

O governo chileno está colocando em prática aquela que é considerada a mais rigorosa legislação contra os alimentos que engordam. A [...]
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.