Edição nº 1122 24.05 Ver ediçõs anteriores

Corrente do bem

Corrente do bem

A Jonhson’s, marca de produtos infantis da Johnson & Johnson Consumo, vai promover uma das maiores ações sociais de sua historia. O movimento #Purezaqueinspiraobem irá doar R$ 1 às ONGs Apae, Aldeias Infantis SOS e Make-a-Wish a cada foto postada no Instagram, Facebook ou Twitter por mães, pais e cuidadores de seus filhos de até 12 anos. O movimento, que terá início no Dia das Mães e encerrará no Dia dos Pais, terá o apresentador Marcos Mion como embaixador. Rafa Brites, Sheron Menezzes e Marcos Piangers foram escolhidos para engajar o público e apadrinharão as ONGs parceiras, ajudando a amplificar as mensagens e incentivar que seus seguidores participem e doem.

(Nota publicada na Edição 1120 da Revista Dinheiro)


Mais posts

“O Brasil vai voltar a atrair investimentos”

Entrevista Jorge Apaez, CEO do Grupo IHG para América Latina O executivo mexicano Jorge Apaez, CEO do grupo hoteleiro IHG na América [...]

Alguém ganhou com o IPO da Uber

A malfadada abertura de capital da Uber, cujas ações despencaram 9% em apenas uma semana, gerou efeitos colaterais positivos para uma [...]

Quer pagar quanto?

Os brasileiros estão, cada vez mais, descobrindo as vantagens das empresas digitais de renegociação de dívidas. Tanto é que a [...]

Maconha liberada, lucro bilionário

Se fosse liberado, o mercado de cannabis acessível (maconha regulamentada e lícita) movimentaria cerca de US$ 2,4 bilhões no Brasil, [...]

O app de quem não tem plano

Pelos cálculos do Minis-tério da Saúde, uma consulta médica pelo SUS pode demorar mais de 12 meses em várias regiões do País. Ao [...]
Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.