Giro

Corpo de um dos bombeiros que morreram em deslizamento é localizado no Guarujá

O corpo de um dos bombeiros que morreram durante o resgate de vítimas dos deslizamentos causados pelas fortes chuvas que atingiram a Baixada Santista na semana passada foi encontrado na noite desta segunda-feira, 9. O cabo PM Batalha foi soterrado quando tentava resgatar vítimas no Morro do Macaco Molhado, no Guarujá. Outro bombeiro também morreu na operação. Segundo a Defesa Civil do Estado, 44 pessoas morreram e 34 estão desaparecidas.

O Guarujá concentra a maior parte dos óbitos, totalizando 33, e todas as pessoas que ainda não foram localizadas são do município. Também ocorreram oito mortes em Santos e três em São Vicente. De acordo com a Defesa Civil, há 328 desabrigados no Guarujá e 185 em Santos.

Nas redes sociais, o Corpo de Bombeiros lamentou a morte do cabo Batalha. Em outra publicação, homenageou o cabo PM Moraes, também vítima da tragédia. Ele foi atender um chamado de desabamento e, durante o resgate, a equipe foi surpreendida por outro desabamento. Os bombeiros tentavam encontrar uma mãe com o bebê, que também morreram.

A Defesa Civil informou que 32,1 toneladas de materiais de ajuda humanitária, como colchões, cobertores e kits de higiene, foram distribuídas para os municípios afetados.

Chuvas extremas como as observadas na região devem ser cada vez mais comuns em todo o mundo em decorrência das mudanças climáticas. Cientistas chamam essa condição de “o novo normal”.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?