Economia

Coronavírus gera impacto de US$ 5 bilhões na indústria cinematográfica, diz site

Crédito: Divulgação

China e Japão, segundo e terceiro colocados entre os maiores mercados cinematográficos, estão paralisados pelo avanço do coronavírus (Crédito: Divulgação)


Apesar de em 2019 a indústria cinematográfica contabilizar uma arrecadação recorde com as bilheterias em todo o mundo, o coronavírus já trouxe prejuízos aos principais mercados.

As projeções iniciais apontam para um faturamento US$ 5 bilhões menor, segundo o site Hollywood Reporter. A receita com bilheterias atingiu US$ 42,5 bilhões no ano passado, o maior valor já registrado na história do cinema mundial.

+ Cinemas na China deixam de faturar US$ 214 milhões com coronavírus, estima empresa
+ Coluna Fique Ligado: os motivos cinematográficos para amar Brasília

Dado o avanço do coronavírus em países como China e Japão, dois mercados gigantescos e que servem como referência na indústria cinematográfica, o prejuízo em apenas dois meses já é significativo.

Apenas na China foram US$ 214 milhões que deixaram de ser faturados em dois meses. Uma estimativa ainda mais radical indica que o mercado chinês, com mais de 70 mil cinemas fechados, deixou de registrar US$ 2 bilhões em receita até o final de fevereiro.

O Ano Novo chinês, feriado importante que gera muito lucro no País, rendeu apenas US$ 4,2 milhões aos cinemas da China. Em 2019 foram US$ 1,76 bilhão, segundo o Hollywood Reporter.