Economia

Coronavírus causa devastação no poder de compra dos italianos

Crédito: AFP

Bar de Veneza, no norte da Itália, fechado durante a forte quarentena imposta no país (Crédito: AFP)


O coronavírus provocou uma imensa devastação na economia italiana, já que os chamados “novos pobres” agora incluem proprietários de pequenas empresas, como lojistas, além de muitos trabalhadores do turismo e entretenimento. O poder de compra dos italianos é o menor entre os grandes países da Europa e despencou após os impactos da pandemia.

Segundo o The Wall Street Journal, o caos provocado pela pandemia da Covid-19 – que teve na Itália o seu impacto mais agudo na Europa – deixou milhares de italiano incapazes de pagar pela própria comida. Esse foi o maior salto na pobreza desde o pós-guerra.

A paridade do poder de compra (PPC) per capita dos italianos, que desde 2007 está entre as menores da União Europeia, agora registra -15,4% em 2020, ante -6,5% registrado em 2019. A Alemanha, por exemplo registrava um PPC de 12,7% no ano passado e agora está na casa dos 5,2%, seguida pela Holanda (-0,7%), França (-2,8%) e Espanha (-6,6%).

A previsão para a Itália no ano que vem segue em baixa, com -9,8% enquanto os outros países que estão negativos neste momento devem sair por completo do índice negativo do PPC.