Ciência

Coronavírus: após anúncio de vacina, ações da Johnson & Johnson sobem 8%

As ações da Johnson & Johnson terminaram em alta de 8% nesta segunda-feira (30), após anúncio de que a empresa trabalha no desenvolvimento de vacina contra o coronavírus.

Os papéis da empresa abriram o dia valendo US$ 123,16 e fecharam o pregão da Bolsa de Nova York valendo US$ 133,01 por ação.

+ Bolsas de NY fecham em alta com possível vacina e mudança em discurso de Trump
+ Número de mortes diárias bate recorde na Espanha e pandemia acelera nos Estados Unidos

O anúncio de que os testes para uma vacina começarão até setembro e que ela pode estar disponível no mercado ainda em 2021 animou os investidores no mundo todo, principalmente nos Estados Unidos: o índice Dow Jones fechou em alta de 3,19%, acompanhado pelo Nasdaq, com 3,62% e o S&P, com 3,35%.



A Johnson & Johnson disse que há um plano B para o caso de a primeira alternativa falhar e que o custo dessa vacina contra a Covid-19 será acessível, sem busca por lucro. A expectativa inicial é de cumprir com pelo menos 1 bilhão de vacinas até o fim de 2021.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago