Corolla híbrido será a resposta da Toyota para o novo Honda Civic

Brasil terá a primazia de lançar um sistema híbrido flex, que fará o Corolla nacional ser o carro com motor a combustão mais ecológico do mundo

Corolla híbrido será a resposta da Toyota para o novo Honda Civic

Toyota é a marca que mais apresentou valorizado na hora da revenda, segundo o aplicativo InstaCarro

Imagine um carro com motor a combustão que emite apenas 24 g/km de CO2. Esse projeto está em desenvolvimento já há algum tempo e em breve será anunciado pela Toyota do Brasil. Na temporada em que comemora 60 anos de produção no mercado brasileiro, a Toyota vai deixar a fama de “careta” para os recalcados e pretende mostrar que será a líder do novo mundo automobilístico, o mundo dos carros eletrificados.

O carro ainda não foi anunciado, mas a Toyota deu a pista de que será um modelo fabricado em nosso país. Portanto, como o Prius — líder de vendas dos carros híbridos no Brasil e no mundo — continuará sendo importado do Japão. E o C-HR é um sonho mais real na cabeça dos jornalistas do que nos planos da Toyota, esse carro será mesmo o Corolla da nova geração. Ainda vai levar um tempo para chegar, será a partir do segundo semestre de 2019, mas virá para marcaruma nova fase da Toyota.

Ao lançar sua campanha “Star Your Impossible” (Inicie o Seu Impossível), o CEO da Toyota na América Latina, Steve St. Angelo, disse que “a indústria de carros não é a mesma que foi há um ano atrás”. E a Toyota, segundo ele, deixou de ser uma montadora de carros para ser uma empresa de mobilidade. “Movimento é um direito do ser humano”, disse.

Até 2025, todos os carros da Toyota no mundo terão pelo menos uma versão híbrida. E até 2040 todos os carros serão híbridos, elétricos ou movidos a hidrogênio (FCV). Na visão da Toyota, “a tecnologia híbrida é a base de todas as tecnologias que estão por vir”. E com uma vantagem sobre os elétricos e FCV: não necessitam de nenhum investimento em infra-estrutura para existir. Eles funcionam como o mundo é hoje.



O sucesso do Prius

A Toyota do Brasil está empolgada com o Prius. O carro teve um crescimento de 397% nas vendas em um ano, fechando a temporada passada com 2.470 emplacamentos. “É uma demonstração de que o público brasileiro já entendeu a vantagem do carro híbrido”, segundo Miguel Fonseca, vice-presidente executivo. E isso antes de o governo implantar o programa Rota 2030, que reduzirá para 7% as alíquotas dos carros eletrificados. Hoje é de 25% e o Prius paga 13% por causa de seu motor 1.8. Por isso, seu preço vai cair um pouco no mercado.

Por isso, o novo Corolla híbrido será a grande resposta da Toyota para o novo Honda Civic, que, apesar de não ter ameaçado o rival no Brasil, roubou o primeiro lugar nos Estados Unidos. O Toyota Corolla é um mito no mercado brasileiro. Mesmo envelhecido perante o Honda Civic e o Chevrolet Cruze, é dono de quase 50% das vendas da categoria.

Essa ousadia da Toyota vem de carona com o patrocínio da marca nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A marca está se reinventando totalmente. “Acreditem, a Toyota também quer correr riscos e tornar o impossível possível para criar um futuro melhor para todo mundo”, disse St. Angelo, no dia em que a empresa comemorou 60 anos no Brasil.

Com mais de US$ 2 bilhões investidos no País nos últimos cinco anos, a Toyota usa o Brasil para aumentar sua importância na América Latina. Tanto que a região já é responsável por 17% das vendas globais da marca. Sempre brincalhão, St. Angelo não perdeu a oportunidade de espetar o presidente dos EUA, Donald Trump, seu compatriota: “America first? Não quando você compete com o time da Toyota do Brasil. Sorry, Donald.”

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago


Sobre o autor

Sergio Quintanilha é redator-chefe da revista Motor Show. Atua na imprensa automotiva desde 1989. Twitter: @QuintaSergio


Mais colunas e blogs


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.