Economia

Coordenador do PSL avalia apresentar destaque à Previdência em prol de policiais

O coordenador da bancada do PSL na Comissão Especial da Reforma da Previdência, deputado Alexandre Frota (SP), contou que estuda apresentar um destaque ao relatório da proposta para abrandar as regras de aposentadoria para as carreiras de policiais federais e policiais rodoviários federais, atendendo à forte pressão das categorias.

A iniciativa de Frota vai na contramão do acordo que está sendo costurado entre os partidos para que nenhum deles apresente destaques com o objetivo de não atrasar a votação do parecer no colegiado. Frota também está fazendo um movimento contrário ao posicionamento de seu próprio partido, que terça-feira emitiu nota declarando que não apresentaria esses pedidos de mudança.

Para driblar essa orientação do PSL, Frota irá apresentar um destaque em seu nome, individual, e não de bancada, que seria um pedido endossado pela legenda. A diferença é que os nominais podem ser rejeitados em bloco, sem que sejam analisados um por um. A tendência, inclusive, é de que todos esses pedidos individuais sejam derrubados de uma vez, em um só bloco.

Caso Frota concretize a intenção, ele deverá deixar para a última hora a formalização do destaque. Ele quer recuperar uma emenda que requer a redução da idade mínima das policiais mulheres de 55 anos para 52 anos e mudanças nas regras de pensão por morte, entre outros pontos.



Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel