Economia

Contratação em janeiro de 2021 foi similar à de janeiro de 2020, diz secretário

O secretário de Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Dalcolmo, avaliou nesta terça-feira, 16, que o saldo positivo recorde de 260.353 carteiras assinadas em janeiro, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foi ocasionado pelo aumento das contratações no primeiro mês do ano, que voltaram para um patamar semelhante ao de janeiro de 2020.



O resultado de janeiro decorreu de 1,527 milhão de admissões e 1,266 milhão de demissões.

Em janeiro de 2020, a quantidade de admissões chegou a 1,507 milhões, para 1,389 milhões de desligamentos naquele mês.

O secretário destacou que o estoque de 39,632 milhões de trabalhadores formais em janeiro deste ano voltou para um patamar semelhante ao nível pré-crise.

Em fevereiro do ano passado, o estoque de carteiras assinadas era de 39,593 milhões.




Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?