Economia

Consumo em restaurantes e bares cai 34,2% com restrições em março, diz pesquisa

Com reflexo do fechamento de estabelecimentos em razão das medidas de enfrentamento da segunda onda de covid-19, o consumo em restaurantes, bares, lanchonetes e padarias teve queda de 34,2% em março se comparado aos níveis de período equivalente de antes da pandemia. O levantamento é feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) com base em pagamentos realizados com cartões de alimentação e refeição da bandeira Alelo em todo o País.

A variação da pesquisa é medida contra os resultados do mesmo período de 2019, já que a ideia é comparar com os fluxos de um ano completo sem pandemia.

O consumo em supermercados, na direção oposta, registrou aumento de 7,3% em março.

A avaliação é de que, além das restrições no funcionamento de bares e restaurantes, a antecipação de feriados no fim de março pode ter colaborado para reduzir a circulação de pessoas em dias normalmente úteis.



Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago