Economia

Consumo de energia elétrica cresce 2,8% em janeiro ante janeiro de 2016, diz EPE

O consumo de eletricidade na rede elétrica nacional totalizou 39.308 Gigawatts-hora em janeiro, um aumento de 2,8% em relação a igual mês do ano anterior, informou a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Todas as regiões do País registraram crescimento no consumo de eletricidade. A maior alta foi verificada no Sul, com elevação de 5,5%, seguida pelo Sudeste, com avanço de 2,6%. No Centro-Oeste, o crescimento do consumo ficou em 1,9%; no Nordeste, alta de 1,8%; e no Norte, elevação de 1,7%.

O consumo Industrial cresceu 4,4%, principal motor da elevação em janeiro, respondendo por 50,7% do avanço total da energia em relação ao mesmo mês de 2016. Por outro lado, no setor de Comércio e Serviços houve expansão de apenas 0,3%, devido à redução de dias faturados em diversas distribuidoras. As distribuidoras entregam entre 27 e 32 dias de leitura, segundo a EPE. Se tivessem mantido a média de dias do ano anterior, a estimativa é que o consumo da categoria Comércio e Serviços teria crescido cerca de 2,0%.

O crescimento de 1,2% do consumo Residencial também refletiu o menor número no calendário de faturamento em diversas distribuidoras; estima-se que o consumo dessa classe teria crescido em torno de 3% sem esse efeito.

O mercado cativo das distribuidoras apresentou redução de 4,2% em janeiro. Já no mercado livre, que em janeiro atingiu 27% do consumo total do país, o crescimento foi de 25,6% no primeiro mês do ano.



Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel