Negócios

Conselho do Magazine Luiza aprova emissão de R$ 2 bilhões em debêntures

Crédito: Arquivo / Agência Brasil

Elas serão objeto de distribuição pública, com esforços restritos, nos termos da Instrução 476 da CVM (Crédito: Arquivo / Agência Brasil)



O Conselho de Administração do Magazine Luiza aprovou a proposta de emissão de R$ 2 bilhões em debêntures. Esta será a décima primeira série de emissões. A informação consta em ata do conselho divulgada nesta sexta-feira, 24, na Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

Serão emitidas 2 milhões de debêntures, ao valor nominal de R$ 1 mil. Todas serão nominativas e escriturais, em série única, da espécie com garantia flutuante, não conversíveis em ações. Elas serão objeto de distribuição pública, com esforços restritos, nos termos da Instrução 476 da CVM.

+ Magazine Luiza sobe após dados do Kabum!, mas reverte com perda de fôlego do Ibovespa

As debêntures terão prazo de vigência de 1.826 dias a partir da data de emissão, fixada em 23 de dezembro de 2021. Ou seja, vencerão em 23 de dezembro de 2026. A amortização ocorrerá em duas parcelas, sendo uma em dezembro de 2025 e outra no mesmo mês de 2026.




O valor nominal unitário não será atualizado monetariamente. As debêntures renderão juros remuneratórios, calculados a partir da primeira data de integralização, equivalentes a 100% da variação acumulada das taxas médias diárias dos DI – Depósitos Interfinanceiros – de um dia, over extra grupo, expressa na forma porcentual ao ano, base 252 dias úteis (taxa DI), acrescida exponencialmente de sobretaxa de 1,25% ao ano.