Economia

Congresso dividido limita impacto de crédito nos EUA, diz Fitch

A Fitch acredita que o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, enfrentará um Congresso dividido, com um Senado controlado pelo Partido Republicano e maioria mais estreita do Partido Democrata na Câmara dos Representantes ao tomar posse em janeiro.

No curto prazo, a agência diz que isso significará que qualquer novo pacote de estímulos diante da pandemia será de até US$ 1 trilhão, enquanto no longo prazo o governo terá um “desafio significativo” para aprovar legislação sobre questões importantes fiscais e econômicas.

A Fitch diz não esperar consolidação fiscal estrutural rápida no país e afirma que, sem mudanças substanciais em gastos ou receitas, a relação entre a dívida e o Produto Interno Bruto (PIB) não deve se estabilizar até 2022-2023.

Além disso, comenta que deve haver dificuldades nas negociações políticas em várias frentes, duvidando de auxílio fiscal substancial a Estados e governos locais, diante da divisão em Washington.



Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

Biden cenário EUA Fitch