Política

Congresso declara caducidade de cinco medidas provisórias de Bolsonaro

O Congresso Nacional formalizou no Diário Oficial da União (DOU) a perda de validade de cinco medidas provisórias editadas pelo presidente Jair Bolsonaro nos meses de março e abril. Os atos foram assinados pelo presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP).

As matérias que tiveram a caducidade declarada foram: MP 933, que suspendeu o ajuste anual de preços de medicamentos; MP 937, que abriu crédito extraordinário para o Ministério da Cidadania no valor de R$ 98,200 bilhões; MP 939, que abriu crédito extraordinário de R$ 16 bilhões para transferências a Estados, Distrito Federal e municípios; MP 940, que abriu crédito extraordinário de R$ 9,4 bilhões para o Ministério da Saúde; e MP 943, que abriu crédito extraordinário para Operações Oficiais de Crédito no valor de R$ 34 bilhões.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?