Estilo DINHEIRO

Compra e venda pela internet cai na mira da reforma tributária

Compra e venda pela internet cai na mira da reforma tributária

O preço de produtos comercializados em sites como OLX e Mercado Livre pode ficar mais caro se o texto da Reforma Tributária, em tramitação no Senado, passar sem mudanças. A ideia é do relator do texto, o senador Roberto Rocha (PSDB-MA), para aumentar a arrecadação do governo. “A tecnologia permite hoje um consumo muito grande pela internet. É preciso que a gente encontre meios para fazer uma tributação justa”, afirmou nesta segunda-feira 2. O senador já informou que o parecer completo será entregue até o dia 20 de setembro.

A mudança, no entanto, não afetaria vendas por redes sociais, como Facebook e Instagram. “A tributação não acontece entre CPFs (pessoas físicas), somente entre CNPJs (pessoas jurídicas) para CNPJs ou CNPJs para CPF”, afirmou o senador.

Pensada para facilitar a vida do empresariado e estimular a economia, a reforma, se aprovada, pode acabar criando novos obstáculos para empresas que viram um nicho na venda online. Algumas já migraram para plataformas próprias. É o caso da Rededots, que surgiu como uma comunidade no Facebook que movimenta R$ 250 milhões por ano e hoje também funciona em uma plataforma digital exclusiva. A projeção da empresa, sem a reforma, é de quase R$ 3 milhões em 2020. Além de produtos, a companhia também pensa em ampliar o leque de ofertas “Serviços financeiros e crowdfunding através de parcerias para os projetos de empreendedorismo também estão no radar”, afirma Kuki Bailly, CEO da Rededots.

Essa não é a única polêmica da Reforma Tributária. O ministro da Economia, Paulo Guedes, defende a volta de um imposto aos moldes do CPMF, como forma de compensar a desoneração criada pelo texto

Veja também

+ Eclipse solar total: saiba onde e quando poderá ser visto o fenômeno
+ Passo a passo: saiba como cadastrar e usar a CNH digital
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?