Giro

Compra da Oi: Cade pede antecipação de intenções do consórcio TIM, Claro e Vivo

Crédito: Divulgação

A Oi passa por uma grave crise fiscal e está vendendo alguns de seus ativos para pagar credores (Crédito: Divulgação)

A intenção do consórcio TIM, Claro e Vivo de comprarem a operação de telefonia móvel da Oi conta com um novo episódio, agora envolvendo o Cade. O órgão de fiscalização está orientando as empresas a formalizarem uma pré-notificação de suas intenções com a compra a Oi.

As três companhias, que são rivais no mercado brasileiro, pretendem comprar a Oi e fatiar a base de clientes da empresa pelo País, evitando, com isso, que o próprio Cade questione qualquer uma delas em uma eventual compra avulsa. São mais de 33,9 milhões de clientes na companhia.

+ TIM, Claro e Vivo devem voltar a liderar a disputa pela Oi
+ Highline desiste de fazer proposta para comprar Oi
+ Oi: manifestação da Anatel a aditamento de plano de recuperação é natural

Segundo o jornal Folha de São Paulo, o Cade acredita que essa “antecipação” de intenções acelere a análise de uma futura aquisição e já dê sinal verde de que ela pode acontecer sem questionamentos futuros.

Caso o órgão dê uma negativa, o consórcio deixa a disputa e a Oi fica livre para negociar a venda de seus ativos móveis.

Atualmente, o trio formalizou uma oferta de R$ 16,5 bilhões na compra da Oi, valor que pode ser coberto pela norte-americana Highline, atualmente com um contrato de exclusividade, que se encerra hoje (3), dando o poder de cobertura neste tipo de situação.

Durante o final de semana, notícias indicaram que a empresa não deve cobrir a oferta do consórcio, mas esse anúncio deve ser feito durante o dia.

Um ponto que pode ajudar a resolver o caso é o fato de que uma compra envolvendo o consórcio deva se arrastar por pelo menos oito meses para que a análise do Cade seja concluída, enquanto com uma nova empresa – como a Highline – o período é mais curto e menos burocrático, de aproximadamente duas semanas.

Veja também

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?