Edição nº 1100 14.12 Ver ediçõs anteriores

Como Gatsby

Talvez não exista um milionário da ficção com tanto charme quanto Jay Gatsby, o protagonista criado pelo escritor americano F. Scott Fitzgerald em O Grande Gatsby. Reproduzir na vida real o estilo de vida e a presença misteriosa do personagem, vivido no cinema por Robert Redford e Leonardo DiCaprio, é bastante difícil. Mas não deve existir oportunidade melhor para começar do que comprar a mansão que inspirou a de Gatsby no livro. Localizada no endereço 235 Middle Neck Road, em Sands Point, Nova York, a propriedade foi adquirida em 1923 por Mary Harriman Rumsey, filha do magnata das ferrovias EH Harriman, e agora está à venda por US$ 16,9 milhões. Rumsey e Fitzgerald eram amigos, e ele passou um período na casa. O desenho em estilo da Normandia foi feito pelo histórico escritório de arquitetura McKim, Mead and White, responsável também pelas alas leste e oeste da Casa Branca, pelo Brooklyn Museum e pela Pennsylvania Station, ambos em Nova York.

(Nota publicada na Edição 1034 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Uma aventura luxuosa na África

Conhecer as maiores atrações do continente africano em altíssimo estilo. Essa é a proposta da Latitudes Viagens de Conhecimento, [...]

Com salário de US$ 6,4 milhões, CEO da Uber vende casa em Seattle

Desde que deixou Seattle, Washington, para viver em São Francisco, na Califórnia, Dara Khosrowhahi, CEO da Uber, tinha um dilema: [...]

Aposte com estilo

A grife francesa Hermès trocou suas sedas pelo feltro de lã. Pelo menos no jogo de dados. O Declick Dice Game, que a empresa acaba de [...]

Ferrari no pulso

O melhor presente de Natal para um “ferrarista” é um carro da marca. Se isso está fora de cogitação, a suíça Hublot tem uma [...]

Caviar como enfeite de pulso

As ovas do esturjão deixaram de ser apenas um tipo caríssimo de iguaria gastronômica. Elas agora batizam uma grife russa especializada [...]
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.