Artigo

Como atrair talento estrangeiro para agregar na empresa

Como atrair talento estrangeiro para agregar na empresa

Diversos estudos comprovam que a diversidade no ambiente de trabalho é importante para o crescimento do negócio. Aqui na Creditas, essa diversidade de talentos sempre aconteceu de forma orgânica e, de fato, conseguimos crescer em um ritmo acelerado. A diversidade também faz parte da estratégia do negócio.

Pensando nisso, nós aproveitamos a nossa participação, ao lado de outros grandes profissionais de startups brasileiras, no Wharton Latin American Conference (maior conferência latino-americana liderada por estudantes de escolas de MBA) para ampliarmos a diversidade cultural que exploramos pouco até agora: atrair estudantes de MBA internacionais. Deu certo. Visitamos também outras escolas, como Harvard Business School e MIT Sloan, e já temos vários estudantes participando  do nosso processo de entrevistas. O resultado foi super positivo.

Entendo que as empresas são formadas por pessoas e cada uma delas possui uma experiência de vida e uma identidade cultural únicas. O mix de pessoas é refletido diariamente na imagem e nas conquistas da empresa. A diversidade cultural permite, ainda, um intercâmbio de visões diferentes, que ampliam as formas de solucionar problemas. Mas como uma empresa de tecnologia, ainda em crescimento, consegue atrair esses talentos?

É desafiador, de fato, mas, com base na nossa experiência, separei algumas dicas para quem quer encarar esse desafio.

1. Fique por dentro do que acontece lá fora:
É importante mapear e entender os eventos que acontecem fora do Brasil. Quem está palestrando? Quais são os assuntos que estão sendo abordados? Onde esses alunos estão indo, o que leem e o que assistem? Quando tiver tudo isso em mãos, é o momento de entrar em contato com com esses eventos e entender como é possível participar, ter um espaço para falar da empresa, dos desafios, do propósito e o quanto vale a pena ter uma experiência por aqui;

2. Invista em Employer Branding:
O time de employer branding será responsável pela reputação da sua marca empregadora. A imagem do local para trabalhar para fora da empresa. Essa reputação é fundamental na hora de atrair, recrutar e reter talentos, e pode ser essencial  para apresentar a marca aos estudantes de MBA;

3. Construa um networking local antes de entrar de cabeça:
Conhecer pessoas estratégicas nas universidades e na região de interesse é super importante para ajudar a organizar eventos e atrair interessados. Isso facilita muito na hora de apresentar a empresa. As pessoas já ficam previamente interessados no que você tem a dizer;

4. Não demore para fazer uma proposta:
Esses talentos são cobiçados por diversas empresas. Caso tenha fit com algum, quanto antes fizer uma proposta, mais chances tem de dar certo. Não perca tempo;

5. Evite perfis similares aos que já existem na empresa:
Aproveite que o background dos estudantes de MBA é muito diverso para trazer alguém com experiências diferentes das que você já tem na sua empresa.

O MBA Tour foi uma experiência espetacular, começamos a recrutar novos talentos que têm tudo para trazer um grande impacto para nossa já diversa cultura. Nós também aprendemos muito. Se eu puder dar um conselho para as novas empresas brasileiras é: invistam na diversidade de talentos, os resultados alcançados são incríveis. Valeu muito a pena. E eu, pessoalmente, tive a chance de voltar para um ambiente que faz parte da minha formação pessoal e profissional. Que venham as próximas!

 

(*) Fabio Zveibil é VP de Desenvolvimento de Negócios da Creditas, principal plataforma online de crédito com garantia do Brasil. Antes de encarar o desafio de liderar as áreas de Desenvolvimento de Negócios e Marketing Estratégico da fintech em 2017, Fabio foi Head de Estratégia e Marketing da CBA, do Grupo Votorantim, trabalhou em consultoria estratégica na Booz & Company e em M&A no Citi. Ele também tem passagens por Whirlpool e Natura. Fabio é engenheiro de produção pela Poli-USP e possui MBA pela Harvard Business School.