Giro

Com granada e arma de choque, PM encerra sequestro no Rio

Três horas e meia depois que um homem rendeu a própria mulher dentro de uma lanchonete na Tijuca, na zona norte do Rio de Janeiro, a Polícia Militar usou uma granada e uma arma de choque para distrair e imobilizar o criminoso, às 15h48 desta sexta-feira, 4, e encerrar o sequestro. Segundo a PM, ninguém se feriu.

O homem havia rendido a mulher usando uma faca da própria lanchonete, por volta de 12h15. Além dela, três funcionários internos da lanchonete ficaram presos no estabelecimento durante a negociação. Aparentando problemas psicológicos, o rapaz não fazia nenhuma exigência.

Segundo uma sobrinha da vítima, eles moram em Valença, no sul fluminense, e moram juntos há cerca de dois anos. Ela disse que a tia tem 58 anos.

Após três horas e meia de negociação, a PM explodiu uma granada para desviar a atenção do criminoso, e em seguida o rendeu com cães treinados e arma de choque. Tanto ele como a vítima receberam atendimento médico no local, mas nenhum deles se feriu, segundo a corporação.



Até a publicação desta reportagem, o nome dos envolvidos não havia sido divulgado.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago