Giro

Com gol de David Luiz, Arsenal vence Leicester por 3 a 1

O Arsenal derrotou o Leicester por 3 a 1 neste domingo (28) pela 26ª rodada do Campeonato Inglês e voltou a ter esperanças de classificação às competições europeias na próxima temporada. E neste triunfo, os Gunners contaram com a contribuição de um brasileiro, o zagueiro David Luiz, que fez o primeiro gol de sua equipe.

O resultado fez o Arsenal subir na classificação e assumir a décima posição, com 37 pontos em 26 jogos, enquanto o Leicester permanece em terceiro, com 49 pontos, no segundo baque para a equipe em três dias, pois foi eliminado da Liga Europa durante a semana.

O Leicester abriu o marcador logo aos 6 minutos de partida, com um chute cruzado do belga Tielemans. Mas, um pouco antes do intervalo, aos 39 minutos, o Arsenal conseguiu empatar em jogada de brasileiros. Willian levantou a bola na área em cobrança de falta e David Luiz fez de cabeça.

Ainda nos acréscimos da etapa, os Gunners viraram o marcador, em cobrança de pênalti do francês Lacazette. O terceiro gol só veio na etapa final, quando aos 7 minutos Willian tocou para Pepe apenas escorar para o fundo do gol adversário.

Empate sem gols

No jogo mais esperado da rodada, Chelsea e Manchester United não passaram de um empate em 0 a 0. Com o resultado, o Red Devils permanece na segunda posição da classificação, mas agora com 50 pontos. Já o time do técnico alemão Thomas Tuchel é o quinto, com 44 pontos.

* Com informações da agência de notícias Reuters.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel