Giro

Com funcionários doentes, Gol emite alerta para possíveis impactos em voos

Crédito: Divulgação - Gol

Gol anunciou nesta segunda-feira, 7, que formalizou compromissos definitivos por meio de acordo de investimento fechado com a American Airlines (Crédito: Divulgação - Gol)

O aumento de casos de Covid-19 está preocupando governos e empresas em todo mundo. Nesta quinta-feira (6), a companhia aérea Gol emitiu um alerta para possíveis impactos em voos da empresa, a terceira maior do Brasil.

+ Empregados da Eletrobras voltam ao teletrabalho após novos casos de covid-19



De acordo com o g1, as dispensas ocorrem diante da necessidade de isolamento de tripulantes com síndromes gripais como Covid-19, em meio ao avanço da variante ômicron, e do vírus H3N2 da influenza.

A Azul também tinha informado que os seus voos já estavam sendo impactados em razão do número de tripulantes doentes.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que está monitorando a operação das empresas aéreas e vai atuar para minimizar o impacto aos voos.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!


“Estamos vivenciando um aumento de casos de gripe, influenza e Covid-19 no Brasil e no mundo, esse último causado pela variante ômicron, altamente contagiosa. Apesar dessa variante ser menos agressiva, temos recebido diariamente um volume de dispensas médicas tanto do grupo de voo quanto das equipes de solo e demais áreas administrativas maior do que o planejado. Felizmente, todos os casos reportados são leves, não havendo nenhum registro de internação ou complicações no momento”, diz o comunicado.

Diante desses fatos, geramos um alerta preventivo com relação a possíveis impactos em nossas operações. O dimensionamento inicial das programações de reserva e sobreaviso que publicamos para janeiro está sendo consumido em ritmo mais acelerado.”


“Assim, com responsabilidade e em total conformidade com as normas regulatórias, solicitamos àqueles tripulantes que possuírem quantidades de folgas maior do que mínimo regulamentar que indiquem interesse voluntário em alterar sua programação de folga por meio do formulário abaixo”.

Veja a seguir o comunicado enviado pela companhia aos funcionários