Economia

Com Flipkart, Walmart entra de vez no comércio digital na Índia

Com Flipkart, Walmart entra de vez no comércio digital na Índia

A operação acirra a batalha pelo potencial do comércio digital na Índia, que tem 1,25 bilhão de habitantes - AFP/Arquivos

A gigante americana de distribuição Walmart anunciou nesta quarta-feira (9) que adquiriu 77% do site de vendas on-line indiano Flipkart por 16 bilhões de dólares, a maior compra em nível mundial no setor do comércio digital – segundo analistas.

O anúncio oficial encerra meses de rumores sobre a mudança no controle do campeão nacional de vendas on-line da Índia, que também recebeu ofertas de sua concorrente direta, Amazon.

“Nosso investimento é uma oportunidade de se associar com uma empresa que guie a transformação do comércio eletrônico no mercado” indiano, disse o presidente da Walmart, Doug McMillon, citado em comunicado.

A operação acirra a batalha pelo potencial do comércio digital nesta nação do sul da Ásia, com 1,25 bilhão de habitantes, que a gigante Amazon estabeleceu como uma de seus prioridades mundiais.

É um investimento “de imensa importância para a Índia e ajudará a alimentar nossa ambição”, avaliou o presidente e cofundador da Flipkart, Binny Bansal, citado em nota.

Pelo acordo, a Walmart vai injetar 2 bilhões de dólares na Flipkart para se fortalecer diante da Amazon, que está na Índia desde 2013.

O país é um nicho promissor para o mercado de vendas digitais, graças à grande população jovem com novos hábitos de consumo, classe média crescente e ampliação do acesso à Internet, sobretudo, via smartphones.

burs-amd/az/pb/mb/ll/tt