Giro

Com 80% da população vacinada com a 1ª dose, Prefeitura de SP autoriza evento

A Prefeitura de São Paulo autorizou a realização de feiras, convenções, congressos e outros eventos, à exceção de festas, na cidade desde que os participantes tenham recebido ao menos uma dose da vacina contra a covid-19 e sejam seguidos os protocolos sanitários do Plano São Paulo. A informação consta em decreto publicado no Diário Oficial do Município neste sábado (24).

Como requisito para as novas regras, o texto estabelece o alcance de imunização com a primeira dose de 80% da população elegível na cidade, o que deve acontecer nos próximos dias. Segundo o boletim desta sexta-feira (23), 78,8% da população paulistana com mais de 18 anos já tinha recebido ao menos uma dose.

O documento também autoriza a retomada da vigência e da concessão dos Termos de Permissão de Uso para a ocupação de mesas, cadeiras e toldos nos passeios públicos por bares, confeitarias, restaurantes, lanchonetes e assemelhados.

Também foi liberado o funcionamento dos parques municipais e dos equipamentos esportivos municipais em seus horários normais e regulares, inclusive nos fins de semana e feriados, segundo o texto assinado pelo prefeito Ricardo Nunes.



“O funcionamento e o atendimento ao público dos estabelecimentos que não respeitarem as regras e restrições do Plano São Paulo ficarão sujeitos às penalidades cabíveis”, diz o decreto.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago