Edição nº 1088 21.09 Ver ediçõs anteriores

Seu negócio está pronto para o "homo mobilis"?

Estudo mostra que as compras por smartphone ou tablets representaram 10,1% do comércio eletrônico. A metade dos usuários que possuem smartphones ou tablets disse ter feito ao menos uma compra com estes equipamentos nos primeiros seis meses do ano

Sem crise, empreendedor

Empreender é um sonho. É conquistar a sensação de liberdade em abrir um negócio próprio e não ter mais de responder a um chefe. Mas a jornada empreendedora não é tão fácil quanto possa parecer

8 dicas para você melhorar pessoal e profissionalmente

O aperfeiçoamento deve ser uma busca permanente de todos, seja no plano pessoal, seja no profissional 

5 dicas valiosas do homem mais rico do Brasil

Jorge Paulo Lemann diz que é melhor olhar para frente, ver como aproveitar qualquer dificuldade e o que é possível fazer a mais

Quem é seu mentor?

O mestre pode ser qualquer pessoa – um superior na empresa, um professor, amigo, alguém que consideramos referência na área de atuação escolhida

5 dicas de liderança de Abraham Lincoln

Lincoln sabia que era sua responsabilidade criar uma atmosfera empreendedora em torno de si e do país, o que resultava em mais inovação

Por um choque de inovação no poder público

A visão moderna de gestão pública passa diretamente pelo uso das novas tecnologias no aumento da interação entre Estado, cidadão e empresas

Investidor-anjo ou diabo?

Cinco dicas para você identificar as características do bom investidor-anjo e, assim, evitar vender sua alma ao diabo, associando-se a parceiros que agregam valor ao negócio

E o empreendedorismo, candidatos?

O próximo governo precisa criar ações concretas que estimulem a capacitação de novos empreendedores

Seu concorrente está a um dedo de distância

Os smartphone e os tablets viraram um shopping center na mão dos consumidores

X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.