Edição nº 1057 16.02 Ver ediçõs anteriores

Os privilégios na mira

No plano da reforma da Previdência – relançada mais uma vez na semana passada com adaptações aqui e ali para atender demandas parlamentares – o governo finalmente resolveu rever posição e atacar com força os chamados privilégios. Ali repousam algumas das maiores injustiças praticadas em termos de desigualdade social. As categorias ou castas abonadas com […]

A quebra dos cartéis sindicais

O avanço histórico que a nova lei trabalhista trouxe para relação entre patrões e empregados em breve será sentido no mercado através da inevitável geração de mais vagas e, por tabela, de mais consumo em um ciclo virtuoso da economia. Para além dessa conquista uma outra, ainda mais alvissareira, foi o fim do chamado imposto […]

Hora de investir na produção!

A nova etapa da economia brasileira está a exigir um combustível vital: investimentos. Privados, públicos, nacionais ou estrangeiros – não importa a natureza. O fundamental é o volume dos aportes que, a considerar a longa estiagem de mercado detonadora de uma recessão sem precedentes, terá de ser substancioso daqui para frente. A retomada do consumo, […]

O medo de um pesadelo eleitoral

O mercado financeiro entrou em parafuso nos últimos dias com o temor do pior na eleição presidencial de 2018. A possibilidade aventada pela pesquisa Ibope de a disputa chegar ao segundo turno com o candidato de extrema-esquerda, Lula, e de extrema-direita, Bolsonaro, gerou pesadelos aos investidores. O dólar foi ao pico dos últimos meses e […]

Hora de tratar da economia

Passada a temporada de balbúrdia, negociatas e escracho no Congresso, está na hora de o País cuidar do que realmente interessa. E, a menos que os parlamentares não tenham mesmo qualquer pingo de responsabilidade, a agenda que se apresenta a eles, de reformas e ajustes na economia, precisa entrar na ordem do dia como prioridade […]

20 anos de transformação

DINHEIRO chega a uma marca. Um número, digamos, robusto. Aqui, na nossa rotina editorial, vivemos de números. Eles são a melhor tradução de resultados, dos sucessos e insucessos, casos, notícias e histórias que são mostrados nas nossas páginas, semana a semana. Por trás dos números estão as pessoas e empresas: elas depositam o melhor do […]

O que Brasília ainda pode fazer pelo Brasil

Existe um Brasil que teima em crescer e prosperar, apesar de Brasília obrigá-lo a patinar de tempos em tempos. É o Brasil dos cidadãos comprometidos com o desenvolvimento do País, com o avanço social e econômico, custe o que custar. É o Brasil dos investidores em projetos de longo prazo, dos empresários e executivos visionários […]

O fôlego da indústria

Há uma unânime conclusão entre analistas sobre a queda da indústria em agosto. Tratou-se, segundo eles, de mero soluço e em nada irá comprometer a rota de recuperação. Decerto, o “ajuste” de 0,8% verificado no período teve motivos meramente sazonais. E já era esperado. Na avaliação detalhada por segmento, a produção de bens de capital, […]

O novo fundo da política

A pergunta se impõe: já que sua empresa não pode mais bancar candidatos, após a regra que proíbe o financiamento privado de campanha, você diretamente, na condição de pessoa física, estaria disposto a colocar um centavo que seja nas próximas eleições presidenciais de 2018? De que maneira e sob quais condições? Na prática, quem efetivamente […]

Malabarismos orçamentários

Sem choro nem vela o BNDES terá mesmo de devolver ao Tesouro Nacional cerca de R$ 50 bilhões neste ano e outros R$ 130 bilhões em 2018. É dinheiro referente ao pagamento antecipado de dívida do Banco para com a União. A determinação veio diretamente do presidente Temer, que resolveu intervir no assunto. Havia um […]

X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.