Edição nº 1108 15.02 Ver ediçõs anteriores

O desafio de Barbosa

É evidente que Nelson Barbosa não foi bem recebido pelo mercado como novo ministro da Fazenda. Logo na sua posse o risco Brasil bateu recorde, a bolsa derreteu e o dólar passou dos R$ 4. Barbosa se apressou a falar com financistas. Marcou um encontro com eles antes mesmo da cerimônia de oficialização ao lado […]

A lamentável opção populista

Descarrilhado o trem da economia, o Governo optou mais uma vez pela tentação populista. Reviu a meta fiscal para baixo para atender o desejo petista por mais gastança e minou, de vez, com a confiança do mercado. Veio o rebaixamento implacável da nota da agência de risco Fitch. Na definição demolidora do diário americano “Wall […]

Esqueceram a economia!

Como é que a economia foi deixada de lado justamente em seu pior momento? A inflação disparou, alcançando a casa dos dois dígitos. As agências de risco já falam em novo rebaixamento, logo ali na frente. O ajuste fiscal estancou. Não há qualquer mobilização para assegurar ao menos o orçamento do próximo ano. E os […]

Licença para gastar

No plano econômico, a vitória que o Governo acredita ter tido dentro do Congresso diz muito da atual fase. A “conquista” foi a aprovação de um déficit fiscal da ordem de quase R$ 120 bilhões para 2015. Foi a primeira vez que uma meta primária com números negativos ganhou endosso do Parlamento. E não havia […]

A economia em segundo plano

O caos político colocou em segundo plano a agenda econômica. É como se parlamentares e governantes não tivessem mais nada a fazer do que discutir o próprio futuro e seus caraminguás para a próxima eleição. Desempre-go recorde, inflação de dois dígitos, déficit público em escalada, recessão correndo solta, enquanto os senhores de Brasília fazem vista […]

O impacto econômico do terrorismo

Os brutais ataques que vitimaram centenas e chocaram o mundo provocaram de imediato uma reação conjunta de chefes de estados reunidos na semana passada na Turquia para a reunião do G-20. O bloco atravessou de imediato a pauta, que normalmente é centrada em temas econômicos, para tratar de estratégias de reação ao terrorismo. Um dos […]

A volta do dinheiro errante

O número preliminar com o qual o Governo trabalha é de algo em torno de R$ 150 bilhões injetados diretamente nos cofres públicos. Equivale a mais de três vezes a arrecadação pretendida com a CPMF. E essa dinheirama viria de fora. Paga em impostos e multas pela “legalização” do dinheiro que foi colocado por anos, […]

Brasil à venda

O empresário varejista Abilio Diniz deu a senha: o Brasil está em liquidação. Quem caça oportunidades pode comprar tudo muito barato. Uma verdade indiscutível após a desvalorização do real. E ainda mais visível a partir do agravamento da crise. Ela impôs dificuldades a empreendedores e abriu margem para a barganha de ativos. Nas últimas semanas […]

Uma nação endividada

Aumenta por esses dias a montanha de dívidas dos brasileiros. E ela está concentrada não apenas nos balanços corporativos. Sua intensidade é maior entre as pessoas físicas. A estimativa, segundo dados do Banco Central, é que no crédito direto as famílias já estão renegociando um total de quase R$ 25 bilhões em contratos atrasados. A […]

Chegou a conta

Os números variam. Mas são todos assustadores. A verdade sobre o tamanho do rombo nas contas públicas veio à tona. Não houve como o Governo escapar dessa dramática revelação. A conta do déficit fiscal pode alcançar assombrosos R$ 76 bilhões neste ano, se incluídas todas as pedaladas. Ou, na hipótese mais amena, ficar na casa […]

X

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.