Geral

Colégio usa acompanhante terapêutico para ensinar a estudar

O atendimento de um acompanhante terapêutico (ATs), que pode ser de uma a duas horas, custa entre R$ 50 e R$ 250, a depender do profissional. Esse tipo de serviço começou a ser difundido no País por psicólogos argentinos na década de 1970, segundo Ricardo Gomides, “mas era uma resposta à reforma psiquiátrica”.



Na década seguinte, surgiu o Instituto A Casa, o primeiro de ATs em São Paulo, baseado na psicanálise. “Hoje, temos pelo menos 30 grupos só de ATs”, afirma Gomides. Ele se refere aos grupos especializados no envelhecimento, na depressão. Colégios particulares, como o Augusto Laranja, em Moema, na zona sul, também já usam acompanhantes para ensinar as crianças a estudar. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022