Economia

Cobre se aproxima dos US$ 10.000 a tonelada, nível não visto em dez anos

Cobre se aproxima dos US$ 10.000 a tonelada, nível não visto em dez anos

Preço do cobre - AFP

O preço do cobre se aproximou dos 10.000 dólares a tonelada nesta terça-feira (27) nos mercados, devido à insaciável demanda chinesa e ao dólar fraco, além dos temores que assombram a oferta.

O preço do metal vermelho chegou a 9.965 dólares a tonelada no mercado de metais de Londres, um nível desconhecido desde 2 de março de 2011, antes de voltar a cair um pouco.

Em 15 de fevereiro de 2011 o metal havia atingido a cifra recorde de 10.190 dólares.

O minério de ferro também está subindo de forma vigorosa e nesta terça chegou ao seu nível mais alto até agora, 193,85 dólares tonelada, segundo o índice compilado pela S&P Platts desde o fim dos anos 2000.

Para Alastair Munro, da Marex Spectron, o contexto é mais do que favorável, graças à “fragilidade do dólar americano”, que propicia a compra de metais, cotados nesta moeda.

A moeda americana se desvalorizou em 2,5% desde o começo do mês de abril em uma cesta com o restante das principais divisas.


Veja também
+ Trombose após vacinação com AstraZeneca: Quais os sintomas e como se deve atuar?
+ Auxílio: Governo antecipa pagamento da terceira parcela; veja o calendário
+ Confira 5 cuidados para ter na hora de vender um carro
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Ex-polegar é atropelado após encontro com Bolsonaro