Finanças

Cobre recua em Londres e NY, com forte queda nos mercados acionários

Os futuros de cobre operam em baixa em Londres e Nova York na manhã desta quinta-feira, em reação a um forte movimento de liquidação nos mercados acionários globais.

Por volta das 6h30 (de Brasília), o cobre para entrega em três meses negociado na London Metal Exchange (LME) caía 1,1%, a US$ 6.150,50 por tonelada.

Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para dezembro tinha queda de 1,46%, a US$ 2,7400 por libra-peso, às 7h49 (de Brasília).

As bolsas asiáticas fecharam com perdas robustas hoje e as europeias operam em forte baixa, seguindo um movimento que teve início ontem nos mercados de Nova York, em meio a preocupações com a desaceleração do crescimento global, a alta dos juros de bônus soberanos e tensões comerciais.

Investidores também aguardam novos indicadores econômicos da China, incluindo a balança comercial de setembro, que será divulgada nesta sexta-feira. O país asiático é o maior consumidor mundial de metais básicos.

Ainda na LME, o zinco recuava 0,17% no horário indicado acima, a US$ 2.612,50 por tonelada, o estanho se mantinha estável, a US$ 19.000,00 por tonelada, o níquel diminuía 1,65%, a US$ 12.490,00 por tonelada, e o chumbo recuava 1,2%, a US$ 1.890,50 por tonelada. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tópicos

metais Mundo