Geral

CNI: sucesso de leilão de petróleo confirma interesse de investidores

CNI: sucesso de leilão de petróleo confirma interesse de investidores

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) avaliou que o sucesso da 16ª Rodada de Licitações sob o regime de concessão dos blocos de exploração de petróleo e gás nas bacias de Campos e Santos “confirma o grande interesse da iniciativa privada em investir nas oportunidades do pós-sal”. O leilão foi organizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e arrecadou R$ 8,9 bilhões em bônus de assinatura, valor recorde no Brasil para leilões de exploração e produção de petróleo e gás sob o regime de concessão.

“Os investimentos que serão feitos pelas empresas na exploração das áreas arrematadas contribuirão para o fortalecimento da indústria de petróleo e gás, a recuperação da atividade econômica, a criação de empregos e a geração de negócios no setor”, disse o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade. “A entrada de novos agentes na área favorece a competição e trará resultados positivos para a produção e a redução dos preços para o consumidor”.

A CNI informou que a expectativa da indústria é grande em relação aos dois próximos leilões, marcados para o início de novembro. Segundo a entidade, vultosos investimentos são esperados, abrindo novas oportunidades para a iniciativa privada ampliar a participação na exploração e na produção de petróleo e geração de empregos. “Espera-se que a regularidade dos leilões crie um ambiente de negócios com mais estabilidade, consolidando o país como um dos principais destinos de investimentos estrangeiros no setor”, disse a entidade.

Das 17 empresas inscritas na 16ª Rodada de Licitações, 11 apresentaram propostas e 10 acabaram vencedoras. Foram arrematados 12 dos 36 blocos oferecidos, e, mesmo assim, o leilão obteve ágio de 322%.