Economia

CMN consolida normas de fundos regionais de desenvolvimento

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta quinta-feira, 29, em reunião ordinária, a consolidação das normas dos fundos regionais de desenvolvimento. Esta consolidação recaiu sobre critérios, condições, prazos e remuneração das instituições financeiras oficiais federais nos financiamentos concedidos ao amparo de recursos dos fundos de Desenvolvimento da Amazônia (FDA), do Nordeste (FDNE) e do Centro-Oeste (FDCO).

Em nota, o Ministério da Economia informou que o ato de hoje não traz alterações das regras vigentes para os fundos. Ao mesmo tempo, “revoga expressamente um total de 13 resoluções que já haviam sido tacitamente revogadas ou cujos efeitos se exauriram no tempo”.

A norma de hoje, conforme o ministério, “entra em vigor em 1º de setembro de 2021 e as medidas dela decorrentes não acarretarão despesas para o Tesouro Nacional”.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago