Clubes de assinatura em alta

Além das 150 mil novas lojas virtuais abertas na pandemia, segundo a ABComm, os clubes de assinatura também se tornaram excelente saída para que empresas continuassem a vender durante a crise. Um levantamento realizado pela Betalabs, especializada em tecnologia para gestão de comércio eletrônico, mostra que em 2015 existiam cerca de 300 empresas nesse setor. Hoje, está em 4 mil clubes. Em reais, o mercado movimentou cerca de R$ 1 bilhão no Brasil no ano de 2019 e, até o momento, já cresceu 12% em faturamento, comparando com o ano anterior. Durante a pandemia foram lançados 800 novos clubes em todo o País e a estimativa é de que, por dia, 600 novos consumidores assinem os mais diversos tipos de pacotes. “Há uma grande vantagem das marcas em disponibilizar seus produtos em clubes de assinatura, uma vez que se tornam vendas fixas e garantidas por um determinado período, principalmente, nesse momento de crise que as empresas estão enfrentando. A Betalabs atende mais de 500 clubes de assinatura, e esse número não para de crescer. O sucesso é inegável”, disse Luan Gabellini, sócio-diretor da Betalabs.

(Nota publicada na edição 1195 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Sobre o autor

Hugo Cilo é editor de negócios da Revista DINHEIRO


Mais colunas e blogs


Mais posts

A era da resiliência

Estudo da Fundação Dom Cabral e WayCarbon, especializada em projetos de baixo carbono, avalia impacto da pandemia nos negócios. Quem participou? AES Tietê , Ambev, Ecorodovias, EDP, Itaú, Microsoft, MRV, Natura, Telefônica e Tigre. Objetivo Mensurar as transformações causadas pela pandemia no meio corporativo. Principais constatações 1. Liquefação das fronteiras As empresas estão substituindo uma […]

Construção em alta

Braço de construção civil do Grupo Rodobens, a construtora e incorporadora RNI registrou um salto de 220% no último trimestre do ano passado e com vendas gerais de R$ 271 milhões. A empresa também atingiu R$ 6,8 bilhões em terrenos para novas construções (landbanking). Segundo Carlos Bianconi, CEO da RNI, o programa Casa Verde e […]

Contratam-se grávidas

A representatividade feminina está em alta no mercado de trabalho. Na Qualicorp, maior administradora de planos de saúde do Brasil, o [...]

A força do plástico verde

A Activas, uma das maiores distribuidoras de plásticos do Brasil, com receita de R$ 700 milhões no ano passado, fechou parceria com a americana Earth Renewable Technologies (ERT) para oferecer no País matérias-primas ou resinas biodegradáveis. A Activas terá a exclusividade no Brasil de distribuição de plásticos da ERT, feitos 100% a partir de fontes […]

Fundador do ifood se volta para a escola

A 2be Live, plataforma de educação e treinamento a distância, criada pelo fundador do iFood, o brasileiro Michel Eberhardt, fechou parceria com a Associação das Escolas Rurais dos Estados Unidos para as aulas virtuais. A partir deste ano, 30,2 mil escolas rurais, 1 milhão de professores e 10 milhões de alunos americanos passarão a utilizar […]

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.