Negócios

Claro pagará R$ 3,7 bi por sua fatia na compra da rede móvel da Oi

Crédito: Divulgação

Ao todo, a transação totaliza R$ 16,5 bilhões, portanto, a parte da operadora Claro corresponde a 22,4% em termos de desembolsos. (Crédito: Divulgação)

A Claro informou que pagará o montante de R$ 3,7 bilhões pela sua fatia na compra da rede móvel da Oi, como parte da negociação realizada em conjunto com a TIM e com a Vivo. Ao todo, a transação totaliza R$ 16,5 bilhões. Portanto, a parte da Claro corresponde a 22,4% em termos de desembolsos.

Conforme já comunicado pelas partes, o contrato de compra e venda foi celebrado em 28 de janeiro e, para ser efetivado, passará agora por análise da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

+ Especialistas alertam sobre riscos dos sites que checam vazamento de dados

A rede móvel da Oi foi segregada em uma unidade produtiva isolada (UPI). Cada uma das compradoras – Claro, TIM e Vivo – comprará ações de uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) contendo sua parte dos ativos.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel