Giro

Cientistas testam vacina para esclerose múltipla e verificam reversão da doença

Crédito: Reprodução/Pexels

A injeção é muito semelhante à da vacina contra a Covid-19 mas, neste caso, produz uma proteína capaz de modular o sistema imunológico. (Crédito: Reprodução/Pexels)

A vacina contra Covid-19 abriu novo caminho contra a esclerose múltipla. A farmacêutica BioNTech testou com sucesso uma “versão” da vacina em ratos, capaz de reverter paralisia semelhante à de pacientes com esta doença, de acordo com o El País. Os especialistas acreditam até que não há limites de aplicação a outras infecções e doenças.

+ Temperatura na superfície dos oceanos atingiu recorde em 2020
+ Vacinação começará ao mesmo tempo em todos os estados, diz ministério

A equipe de investigadores que desenvolveu a primeira vacina eficaz contra o coronavírus publicou um estudo na revista científica Science, ainda em fase inicial, que mostra um tratamento baseado num RNA mensageiro modificado tem sido bem tolerado por animais.

A injeção é muito semelhante à da vacina contra a Covid-19 mas, neste caso, produz uma proteína capaz de modular o sistema imunológico. Os ratos tratados primeiro mostraram uma paragem nos primeiros sintomas e depois uma reversão da doença. Em alguns casos, a vacina reverteu a paralisia sofrida pelos animais.

Existem atualmente mais de 10 tratamentos aprovados para esclerose múltipla em humanos. São medicamentos que modulam a resposta do sistema imunológico, mas apresentam efeitos colaterais, como reduzir a eficácia das defesas contra outros agentes patogénicos.

Um tipo de abordagem barato de se produzir e que poderia ajudar a controlar “doenças autoimunes complexas”, concluem os autores do trabalho.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel