Tecnologia

Cientistas descobrem buracos negros a menos de 8 mil anos-luz da Terra

Crédito: Divulgação/Nasa/ESA - T. Brown, S. Casertano e J. Anderson

Os buracos negros foram avistados pelo telescópio espacial Hubble (Crédito: Divulgação/Nasa/ESA - T. Brown, S. Casertano e J. Anderson)

Astrônomos que esperavam encontrar um buraco negro massivo no aglomerado globular (conjunto de estrelas em formato esférico) “NGC 6397” descobriram uma concentração de buracos negros menores. A novidade foi avistada pelo telescópio espacial Hubble e divulgada pela Nasa.

Este aglomerado reside a 7.800 anos-luz de distância da Terra – um dos mais próximos do planeta. Esses sistemas também são tipicamente muito antigos – o aglomerado globular no foco deste estudo, NGC 6397, é quase tão antigo quanto o próprio universo (13,82 bilhões de anos).

+ Asteroide com chances de atingir a Terra será visível neste fim de semana
+ Maior asteroide conhecido passará “perto” da Terra em 2021

Os aglomerados globulares são sistemas estelares extremamente densos, que hospedam estrelas que estão muito próximas umas das outras.

Para detectar a massa oculta, cientistas do Instituto de Astrofísica de Paris, utilizaram as velocidades das estrelas no aglomerado para determinar a distribuição da sua massa total, ou seja, a massa nas estrelas visíveis, bem como nas estrelas fracas e os buracos negros. Quanto mais massa em algum local, mais rapidamente as estrelas viajam à sua volta.

Assista ao vídeo divulgado pela Nasa

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel