Giro

Cientistas criam filtro que remove impurezas da água através da energia solar

Crédito: Reprodução/Pexels

Além de ser uma solução de baixo impacto ambiental, tem custo reduzido, e utiliza apenas a luz solar, sendo assim uma grande oportunidade em países pobres (Crédito: Reprodução/Pexels)

Uma equipe de cientistas da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo dispositivo que permite filtrar a água, tornando-a potável para consumo através da energia solar.

O SAG (Solar absorber gel) funciona como uma espécie de esponja que a temperatura ambiente absorve a água; depois, quando exposto à luz do sol, expele a água filtrando-a, mantendo os contaminantes numa superfície acima – como chumbo, óleos e metais. Segundo os pesquisadores, este método pode ser utilizado pelo menos durante dez ciclos.

+ Fiocruz triplica produção e prevê entrega de 18,4 milhões de doses até 2 de maio

Além de ser uma solução de baixo impacto ambiental e ecológica, tem um custo reduzido, e utiliza apenas a luz solar, sendo assim uma grande oportunidade em países em desenvolvimento onde a água potável é um bem escasso.

“Para mim, a coisa mais fascinante sobre este trabalho é que ele pode operar completamente fora da rede, em grande e pequena escala. Também poderia funcionar no mundo desenvolvido em locais onde a purificação de água sem energia e de baixo custo é necessária” afirmou Rodney Priestley, autor correspondente do estudo, à Science.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel