Ciência

Cientistas brasileiros descobrem como coronavírus ataca os rins

Crédito: Pixabay

Esquema desenhado por cientistas sobre o coronavírus (Crédito: Pixabay)

Cientistas brasileiros descobriram como o coronavírus ataca os rins e gera diversos problemas para pacientes infectados pela covid-19. Com isso, acreditam, as chances de tratamento de pessoas com diagnóstico positivo para o vírus tendem a melhorar nos próximos meses.



A descoberta no caso envolve a redução de uma proteína do organismo que é essencial para regular a atividade renal: a ACE2. Essa investigação foi publicada na revista científica Frontiers in Physiology, e foi motivada pela alta taxa de pessoas que morreram ou desenvolveram problemas nos rins após serem infectados pelo coronavírus.

+ Pesquisadores identificam genes de pessoas “superimunes” à Covid

Segundo Nayara Azinheira Nóbrega Cruz, autora principal do artigo e pesquisadora da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), dados mostram que a incidência de problemas renais pós-covid atinge de 20% a 40% das pessoas. A recuperação nesses casos tende a ser mais lenta e alguns deles precisam até de diálise.

Um dos pontos de análise do grupo foi o papel de uma proteína enzima conversora de angiotensina 2, a ACE2, usada pelo coronavírus como caminho para invadir as células humanas. Essa interação pode provocar desequilíbrio nos sistemas renina-angiotensina (que regula a pressão arterial) e calicreína-cinina (envolvido em vários processos biológicos), influenciando, por exemplo, no processo de inflamação, controle da pressão sanguínea e proliferação celular.



Segundo a Fapesp, esse comprometimento da função biológica da ACE2 pode levar à redução do fluxo sanguíneo renal e da taxa de filtração glomerular (TFG), alterando a capacidade dos rins de eliminar substâncias (metabólitos) que em excesso são tóxicas para o organismo.

A preocupação, neste momento, está no possível aumento de casos de pessoas que precisam de transplantes de rins, uma vez que a necessidade por diálise está aumentando. “Se há um aumento agora pela procura de diálise, no futuro poderemos ter demanda maior por transplantes”, disse à Agência Fapesp Dulce Elena Casarini, professora da Faculdade de Medicina da Unifesp e uma das autoras do artigo.

A lista de espera por um transplante saiu de 5.900 em 2019 para 29.554, segundo dados do Ministério da Saúde. O salto no número é motivado, principalmente, pela pandemia do coronavírus.

O estudo pode ser lido na íntegra clicando aqui.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?

Tópicos

ação do coronavírus em morcergos ACE2 AstraZeneca cadastro vacina calendário vacinação Células do morcego detectam coronavírus cientistas vírus laos como age o coronavírus em morcegos? Como emitir certificado de vacinação? Como o coronavírus ataca as células como o coronavírus gera a doença como o morcego enxerga? concurso de fotografia coronavírus coronavírus alimentação coronavírus Brasil coronavírus células coronavírus cérebro coronavírus corpo coronavírus estudos coronavírus morcego coronavírus rins coronavírus sintomas coronavírus soja coronavírus teste coronavirus vacina coronavírus vídeo coronavís sintomas covid covid rins Covid-19 crise sanitária De que os morcegos se alimentam? Delta diálise renal doença nos rins doença renal Dulce Elena Casarini enzima conversora de angiotensina 2 Está faltando AstraZeneca? Faculdade de Medicina da Universidade Federal de São Paulo fluxo sanguíneo renal fotografia Frontiers in Physiology Lambda micro fotografia microfografia morcego morcego covid mu Nayara Azinheira Nóbrega Cruz nikon novo coronavírus o que atrai um morcego? O que fazer quando encontrar um morcego? OMS onde é fabricada a vacina da pfizer onde surgiu a delta? onde surgiu a lamda? pandemia Pfizer por que Israel está aplicando a 4ª dose? Por que o coronavírus não adoece o morcego? porque os rins ficam com problema covid? problemas nos rins quais são as variantes de interesse da OMS? qual a variante mais transmissível? qual é a vacina da fiocruz? Quando vou ser vacinado? que alimentos inibem o coronavírus reserva natural de coronavírus reserva natural de coronavírus o que é? rim covid transplante de rim transplantes de rim Unifesp vacina vacinação vacinação brasil vacinação cadastro vacinação calendário VACINAÇÃO iSRAEL? vacinação já variante delta Variante Lambda variante mu vídeo vírus laos vírus semlhanet ao coronavírus