Geral

Ciclone extratropical deixa mais de 8 mil uruguaios desalojados

A passagem de um ciclone extratropical no Uruguai ontem (19) deixou 8.774 pessoas desalojadas devido às chuvas e aos ventos fortíssimos. De acordo com o último boletim do Sistema Nacional de Emergencias (Sinae), os ventos de mais de 100 km/h afetaram fortemente oito municípios uruguaios. A localidade mais afetada foi Durazno, onde estão 70% das pessoas desabrigadas.

A Direção Nacional de Polícia de Trânsito informou que 10 estradas nacionais estão interrompidas. Mais de 7 mil pessoas estão sem luz no interior do país, devido às inundações. Mais de 660 pessoas ficaram sem luz na capital, Montevidéu, devido aos fortes ventos que provocaram danos nas redes elétricas.

Há 390 militares trabalhando nas regiões mais afetadas, com 33 veículos terrestres e aquáticos.

O Instituto Uruguaio de Meteorologia (Inumet) prevê tempo bom para hoje (20), com céu nublado em todo o país. A temperatura mínima será de 8°C e a máxima de 16ºC. Os ventos já não serão tão fortes como ontem, estabilizando-se em torno de 25km/h. Não há previsão de chuvas até o próximo sábado.