Giro

Chuvas de monções cobrem toda a Índia, mas seguem abaixo da média



Por Mayank Bhardwaj

NOVA DÉLHI (Reuters) – As monções anuais da Índia cobriu todo o país no sábado, seis dias mais cedo que o normal, disse o escritório estatal de meteorologia, mas o total de chuva está 5% abaixo da média até agora nesta temporada.

As monções, críticas para a produção agrícola e o crescimento econômico do segundo país mais populoso do mundo, chegou à costa do estado de Kerala, no sul, em 29 de maio, alguns dias antes do normal mas, depois de um início promissor, as chuvas diminuíram gradualmente, registrando déficit de 8% em junho.

As chuvas irregulares do mês passado retardaram o plantio de arroz, uma cultura essencial de verão.




Os produtores de arroz da Índia plantaram 4,3 milhões de hectares com o grão até agora nesta temporada, uma queda de 27% em relação ao mesmo período do ano passado.

O avanço das monções, que produzem cerca de 70% das chuvas anuais do país, é crucial para a produção e exportações de arroz da Índia, o maior exportador mundial do grão.

As fracas chuvas de monção atrasariam ainda mais o plantio de arroz, prejudicariam a safra e reduziriam a produção, levando a uma redução nos estoques estatais que desencadearia restrições às exportações para garantir suprimentos suficientes para os 1,4 bilhão de habitantes do país.


A Índia provavelmente receberá chuvas de monção entre 94% e 106% da média de longo prazo em julho, o mês mais crucial para o plantio de arroz e uma série de outras culturas de verão, como milho, algodão, soja e cana-de-açúcar, informou o Departamento Meteorológico da Índia na sexta-feira.

O departamento meteorológico define a precipitação como média, ou normal, entre 96% e 104% de uma média de 87 cm nos últimos 50 anos, para toda a temporada de quatro meses a partir de junho. Totais de chuva ou entre 90% e 96% são considerados abaixo da média. 

(Por Mayank Bhardwaj)