Mundo

Choque com tropas deixa 11 manifestantes mortos em Mianmar

Choque com tropas deixa 11 manifestantes mortos em Mianmar

Manifestante segura arma caseira feita com canos durante protesto contra golpe militar em Mianmar

(Reuters) – Manifestantes contrários ao golpe militar feito em Mianmar reagiram com armas caseiras e coquetéis molotov a uma repressão de forças de segurança em uma cidade do noroeste, mas ao menos 11 manifestantes foram mortos, noticiou a mídia local nesta quinta-feira.

Inicialmente, seis caminhões com tropas foram enviados para reprimir os manifestantes na cidade de Taze, informaram os veículos de notícia Myanmar Now e Irrawaddy. Quando os manifestantes reagiram com armas caseiras, facas e coquetéis molotov, mais cinco caminhões com soldados foram despachados.

Os combates continuavam na manhã desta quinta-feira. Ao menos 11 manifestantes morreram e cerca de 20 ficaram feridos, segundo a mídia. Não há notícia de baixas entre os soldados.

A cifra recente elevaria o número de civis mortos pelas forças de segurança para mais de 600 desde que uma junta militar tomou o poder do governo eleito de Aung San Suu Kyi no dia 1º de fevereiro, de acordo com a Associação de Assistência a Prisioneiros Políticos (AAPP), que na noite de quarta-feira computava 598 mortos.

Taze fica próxima da cidade de Kale, onde ao menos 12 pessoas foram mortas durante um embate semelhante entre tropas e manifestantes na quarta-feira, de acordo com veículos de notícia e testemunhas.

A AAPP disse que 2.847 pessoas estão detidas atualmente. Além disso, mandados de prisão foram emitidos para centenas de pessoas, e nesta semana a junta mirou em dezenas de influenciadores, artistas e músicos.

(Da redação da Reuters; reportagem adicional de Devjyot Ghoshal)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH370VW-BASEIMAGE

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel