Giro

Chloé Calmon conquista título sul-americano de longboard, em Maresias

A carioca Chloé Calmon levantou pela primeira vez neste domingo (10) o troféu de campeã sul-americana da etapa Oi Longboard Pro, realizada pela World Surf League (WSL), na Praia de Maresias, no litoral norte de São Paulo.  Na grande final, a brasileira voltou a enfrentar a peruana Fernanda Reyes, número dois no ranking: em agosto, no Pan-Americano de Lima, no Peru, Chloé faturou a medalha de ouro após vencer Reyes na final. 

Ontem (10) a peruana liderou boa parte da bateria com notas 6 e 4 mas, no minuto final, a carioca pegou um boa onda, esbanjou habilidade em cima do pranchão, vencendo de forma emocionante: conseguiu nota 7, totalizando 11,80 pontos, contra 10 pontos obtidos pela peruana.

O ano de 2019 pode ser ainda mais generoso para Chloé: na primeira semana de dezembro a surfista disputa a etapa de Taiwan da WSL e pode se tornar a primeira brasileira campeã mundial de longboard feminino.

Longboard masculino

O surfista Carlos Bahia também brilhou na etapa da WSL na Praia de Maresias, ao bater na final o peruano Piccolo Clemente, que no sábado (9) já havia conquistado o tetracampeão sul-americano. Carlos Bahia levantou a torcida que lotava a areia de Maresias, neste domingo (10), ao disputar a semifinal com o bicampeão mundial, o carioca Phil Rajzman. Carlos Bahia cravou nota 9 e avançou à final contra o peruano tetracampeão Piccolo Clemente.

A decisão foi eletrizante: os dois surfistas foram se alternando na liderança da bateria. O peruano começou levando nota 7,25.  O brasileiro passou à frente com 8,50.  No final, mais emoção: Piccolo Clemente voltou à liderança ao receber nota 7,75 mas Carlos Bahia conseguiu pegar uma onda que lhe rendeu  6,95  nota suficiente para se sagrar campeão da etapa da WSL com 15,45 pontos, contra 15,0 do peruano. Festa verde e amarela no litoral norte de São Paulo.