Giro

China corta quarentena de viagens, mas mantém abordagem zero Covid

Crédito: Reprodução/Divulgação

A China aliviou sua política de quarentena para chegadas internacionais, reduzindo o período em mais da metade no maior relaxamento das restrições de entrada no país (Crédito: Reprodução/Divulgação)



A China aliviou sua política de quarentena para chegadas internacionais, reduzindo o período em mais da metade no maior relaxamento das restrições de entrada no país desde o início da pandemia.

O país tem alguns dos requisitos de entrada mais rigorosos do mundo, exigindo que a maioria dos viajantes de entrada passe pelo menos 14 dias em uma instalação de quarentena do governo, seguido de sete dias de isolamento em casa. Na terça-feira, a Comissão Nacional de Saúde disse que os visitantes que chegam precisam passar apenas sete dias em uma instalação de quarentena e três dias em casa.

+ Pesquisa aponta que imagem da China permanece desfavorável entre países desenvolvidos

Nenhuma data de início foi fornecida para o novo movimento nem é considerado um sinal do fim iminente da estrita política “zero-Covid” da China, que viu comunidades e cidades inteiras fechadas por apenas um punhado de casos de coronavírus.




Na terça-feira, o presidente da China, Xi Jinping, reafirmou a política de “zero Covid” do país durante sua visita a Wuhan, dizendo que prefere “sacrificar temporariamente um pouco de crescimento econômico” a “prejudicar a saúde das pessoas”, informou a agência de notícias estatal Xinhua.

No início da pandemia, a abordagem de bloqueios rápidos, testes em massa e quarentenas duras foi vista como tão bem-sucedida na contenção do vírus que a China se gabou repetidamente de sua superioridade em relação às medidas ocidentais, alegando que o Covid-zero deveria ser um modelo para o mundo, disse Selina Wang relata.

Hoje, a nação mais populosa do mundo continua sendo uma exceção por sua abordagem contínua de tolerância zero, que viu cidades em toda a China – incluindo Pequim e Xangai – recentemente colocadas sob bloqueio total ou parcial. A estratégia arruinou as atividades econômicas e prejudicou o mercado de trabalho. Em maio, a taxa de desemprego para pessoas de 16 a 24 anos atingiu um recorde de 18,4%.


Tendo se encurralado com sua retórica anterior, os líderes da China se sentem incapazes de mudar de rumo – mesmo à luz de variantes de coronavírus mais transmissíveis como Omicron – sem uma perda aguda de rosto. Quando o chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, chamou a estratégia de “insustentável” em maio, seus comentários foram apagados da internet pelos censores chineses.

A mudança de regra anunciada na terça-feira ocorre um dia depois que o Beijing Daily , o jornal oficial do Partido Comunista para a capital chinesa, provocou pânico depois que pareceu publicar uma citação enganosa de um alto funcionário do Partido Comunista, alegando que a política “zero-Covid” permaneceria em vigor. na cidade “pelos próximos cinco anos”.

O Beijing Daily removeu a citação, chamando-a de “erro de edição”, e a referência a ela foi excluída da Internet, pois os censores chineses tentavam acalmar uma enorme reação online.

Os controles de pandemia que permaneceriam em vigor incluem testes de PCR de rotina, regras rígidas de entrada, exames regulares de saúde em bairros residenciais e locais públicos, bem como monitoramento e testes rigorosos para pessoas que entram e saem de Pequim, disse Cai segundo a mídia estatal.

Estão sendo levantadas questões sobre por quanto tempo Pequim pode manter a política na estrada, à medida que os cidadãos perdem a paciência. Enquanto Xangai encerrou seu brutal bloqueio de dois meses no início de junho, muitas comunidades estão reintroduzindo medidas de confinamento. Um vídeo viral – que já foi removido da mídia social chinesa – capturou um protesto recente em um complexo de Xangai.

Mostra moradores amontoados ao longo da cerca, exigindo serem liberados e implorando às autoridades que parem de enviar moradores Covid-negativos para instalações de quarentena, apenas porque moram em um prédio nas proximidades de um caso positivo para Covid. Um deles – que diz por alto-falante: “Estamos sendo presos ilegalmente” – é prontamente levado pelas autoridades. Outro mostra o dedo do meio para os aplicadores das regras do Covid em trajes de proteção.

Apesar da raiva palpável do público, o porta-voz do NHC, Mi Feng, disse na terça-feira que os novos requisitos de quarentena não se destinavam a afrouxar os controles da Covid, mas a promover medidas “mais científicas e direcionadas”.






Tópicos

4ª dose combate o quê? 4ª dose israel 4ª dose necessária 4ª dose vacinas a pandemia acabou? aglomerações álcool 70 aumento de casos autoteste coronavírus autotestes covid-19 avanço da vacinação contra a Covid-19 avanço do coronavírus china aprova tratamento china bolsas restrições junho 2022 covid china covid surto junho 2022 china janelas coreia do norte contaminação covid china xangai restrições junho 2022 Como ocorre a transmissão da COVID-19? congestão nasal contaminação janela aberta covid? conter o avanço do coronavírus coronavírus coronavírus alimentação coronavírus estudos covid covid anticorpos covid deixa sequelas? covid em idosos covid entra pela janela? covid longa covid medicamentos covid remédios covid restrições Covid-19 dor de cabeça dor de garganta dor muscular dor no corpo dose de reforço dose única doses de vacinas doses de vacinas contra a covid-19 efeitos permanentes endemia especialistas falta de ar febre fim da pandemia flexibilização nas medidas de segurança hábitos de prevenção do coronavírus higiene Higiene Pessoal imunização infecção infectologistas letargia mal estar máscara máscara de proteção máscara vacina máscaras vacina OMS medidas de segurança mortes mortes causadas pela doença mortes por covid-19 nariz entupido notificações por mortes nova variante número de casos O que tomar para a variante Ômicron da COVID-19? óbito zero omicron Ômicron BA.2 omicron quantos dias de isolamento Ômicron reinfecção OMS organização mundial da saúde pandemia perda de olfato perda de paladar posso pegar covid pela janela aberta? prevenção do coronavirus Prevenir principais sintomas ômicron Quais são os principais cuidados para evitar a contaminação familiar de COVID-19? Quantos dias para aparecer os sintomas da Omicron? quantos faltam vacinar? Que máscara uma pessoa que suspeita ter COVID-19 deve usar? Quem deve seguir usando máscara? quem deve tomar 3ª dose? recomendações dos especialistas recorde casos covid-19 redução nas mortes reinfecção reinfecção coronavírus reinfeccao omicron remédios para covid omicron risco cardíaco risco de de doenças virais SARS-CoV-2 saúde sequelas covid sinais e sintomas da omicron sintomas sintomas da dengue sintomas da omicron em vacinados sintomas ômicron sintomas pós covid omicron subavirante ômicron sublinhagem Ômicron BA.2 sublinhagens BA.1 e BA.2 subvariante subvariante BA.2 super imunes covid superanticorpo superimunes covid superimunes genes taxa de população completamente imunizada teste covid farmacia testes tosse tratamento para covid omicron tratar as doenças uso de máscara vacina da Pfizer vacina duas doses protege mais que a de dose única? vacina trombose vacinação vacinação contra a covid-19 vacinação nacional vacinados infectados imunidade variante delta variante delta países variante delta volta variante gama Variante gama é perigosa? variante gama Manaus Variante Gamma variante omicron ba 2 variante omicron é mais letal variante omicron letalidade variante omicron mortes variante omicron no brasil variante omicron no brasil sintoma variante omicron sintomas variante omicron sp variante omicron vacina variantes vírus vírus pandêmico vírus recombinante vítimas vítimas do vírus