Economia

China busca resultado “satisfatório” em negociações comerciais com EUA

A China disse hoje esperar que as negociações comerciais com os EUA levem a um resultado “satisfatório”, dias antes de entrar em vigor um novo aumento de tarifas de Washington sobre produtos chineses.

“Esperamos que os dois lados consigam seguir com conversas e negociações baseadas na igualdade e no respeito mútuo…para atingir um resultado que seja satisfatório para todas as partes assim que possível”, disse Ren Hongbin, ministro assistente no Ministério de Comércio chinês, durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira.

Ao ser perguntado se a China pretende retaliar se os EUA forem adiante com o plano de impor tarifas a mais produtos chineses no domingo (15), Ren foi evasivo e disse que os dois países precisam lidar com as principais preocupações um do outro.

Na sexta-feira (06), o diretor do Conselho Econômico Nacional dos EUA, Larry Kudlow, disse que não há “prazos arbitrários” para que Washington finalize um acordo comercial preliminar com a China, antes das novas tarifas americanas. Alguns analistas preveem que o presidente dos EUA, Donald Trump, deverá adiar as tarifas do dia 15 para que os negociadores busquem um acordo.

Na coletiva de hoje, outra autoridade do Ministério de Comércio chinês, Li Xingqian, disse que Pequim vai continuar reduzindo tarifas sobre produtos externos para impulsionar suas importações. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tópicos

China comércio EUA