China acelera na corrida de foguetes comerciais

China acelera na corrida de foguetes comerciais

Bem, não é novidade que a China está com sede. E não existe área, em especial na tecnologia, em que o gigante não seja o líder ou busque o primeiro posto. O mais recente passo – voo é a palavra correta – foi realizado nesta semana com o lançamento do Smart Dragon-1, foguete chinês de uso comercial. Desenvolvido pela China Rocket, empresa ligada à Academia de Tecnologia de Veículos de Lançamento da China (CALVT), o SD-1 decolou do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan, no noroeste da China, às 12h11 (horário de Pequim). Ele carregou três satélites, desenvolvidos para serviços de sensores remotos, comunicação e IoT (internet das coisas). A nova série Dragon foi desenvolvida para atender à demanda do mercado de lançar pequenos satélites comerciais.

(Nota publicada na Edição 1135 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Corona App da OMS

Lavar as mãos, manter distância social e combater a desinformação. O tripé anti-Covid-19 deve ganhar um aliado: o aplicativo WHO My Health, da Organização Mundial de Saúde (OMS) – WHO são as iniciais em inglês da OMS. Por ele é possível obter notícias, dicas e alertas. Há duas semanas, o Ministério da Saúde brasileiro lançou […]

Selfies do bem em marte

Uma das primeiras coisas que a Nasa ordena quando uma espaçonave pousa em outro planeta é tirar uma selfie: “Deixe-me ver suas rodas na [...]

Reuniões virtuais? Siga estas 4 dicas

Com boa parte do dia a dia corporativo sob home office, estas quatro dicas podem ajudar em suas reuniões virtuais e fazer você nunca [...]

Google cancela April Fool, zoeiras do dia da mentira

Há 20 anos, funcionários do Google se ocupam de lançar no Dia da Mentira (1º de abril) piadas sobre produtos relacionados à empresa. [...]

E-commerce funerário

Os empresários Siderlei Gonçalves e Mario Kanji Nagao criaram uma plataforma exclusiva de e-commerce que promete modernizar o setor [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.