Economia

Chile: Banco Central mantém taxa básica de juros em 0,50% ao ano

O banco central do Chile manteve a taxa básica de juros do país em 0,50% ao ano. A decisão foi unânime entre os dirigentes da instituição. No comunicado de política monetária desta quinta-feira, 13, o BC chileno também informou que não fez alterações nas medidas não convencionais de suporte à liquidez e ao crédito.

Na avaliação da autoridade monetária, o panorama geral da economia continua a evoluir positivamente. O BC do país sul-americano destacou uma melhora da pandemia de covid-19 no mundo, o que tem permitido a retirada de algumas medidas sanitárias restritivas, principalmente nos países desenvolvidos.

Com o arrefecimento da crise global, segundo a instituição, o sentimento dos mercados financeiros segue favorável, com fluxos positivos de capital para as economias emergentes, além do aumento dos preços das commodities. O país é o maior produtor global de cobre, e a alta do metal tem dado suporte ao peso chileno.

Mesmo assim, de acordo com o BC do Chile, a convergência da inflação para a meta no horizonte de política “continua exigindo que o estímulo monetário seja altamente expansionista”.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago