Artigos

Chanel N°5 completa 100 anos

Chanel N°5 completa 100 anos

Um antigo frasco de perfume Chanel N°5 exposto na exposição "Gabrielle Chanel, manifesto da moda" no museu da moda do palácio Galliera em Paris, em 25 de setembro de 2020 - AFP/Arquivos

“O que você usa para dormir?”, “cinco gotas de Chanel Nº5”, confidenciou Marilyn Monroe. Criado há um século, este perfume que “cheira a mulher” goza de uma juventude eterna, sendo ainda um dos mais vendidos do mundo.

Em 1921, a estilista francesa Gabrielle Chanel empreendeu uma nova revolução para além do guarda-roupa feminino, com o lançamento desta fragrância, contida em um frasco geométrico com rótulo simples em preto e branco.

“O seu nome, o seu aroma e as linhas radicais do frasco contribuíram para tornar este um ícone dos chamados anos loucos (na França). Com um simples número, alusivo à amostra escolhida (para fazer o perfume) Chanel rompeu com as tendências e entrou na abstração”, avalia Julie Deydier, encarregada do patrimônio da empresa.

A estilista quis distinguir-se da tradição naturalista e floral do século XIX e conceber esta fragrância com o “cheiro de mulher”, como um vestido de alta costura.



“Um perfume artificial, artificial como um vestido, isto é, manufaturado. Sou artesã de costura. Não quero rosas nem lírio do vale, quero um perfume composto”.

O perfumista Ernest Beaux, responsável por esta missão, criou assim uma fragrância que não reproduz nenhum perfume existente na natureza.

O Nº5 cheira a Chanel, identificável pelo seu aroma atípico devido à presença significativa de moléculas sintéticas, os aldeídos, que aportam frescura às notas florais e conferem-lhe o seu carácter “abstrato”.

A simplicidade do frasco, pouco modificado ao longo das décadas, rompeu com as apresentações ostentosas da época.

“Você tem que se concentrar 100% no perfume, não na apresentação”, dizia Chanel.

Para um anúncio para a imprensa americana em 1937, Chanel decidiu encarnar ela mesma o Nº 5. Junto com sua fotografia, um texto dizia: “Gabrielle Chanel é acima de tudo uma artista da vida. Seus vestidos, seus perfumes são criados com um instinto dramático perfeito. O Nº 5 é como a música suave que realça uma cena de amor. Liberta a imaginação e deixa um rastro indelével na memória dos atores”.

Nas décadas seguintes, filmes e atrizes ajudaram a perpetuar sua aura lendária e hoje continua sendo um dos perfumes mais vendidos do mundo.

Uma imagem de Marilyn Monroe perfumando o decote com Nº5 foi usada em 2013 para um anúncio da fragrância, que também teve como embaixadoras Catherine Deneuve, Nicole Kidman e Gisele Bündchen.

Na última campanha publicitária, Marion Cotillard dança na Lua, envolta no rei dos perfumes.

Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km