Giro

Cerveja: monges trapistas belgas lutam pela água pura contra dono de pedreira

Crédito: Divulgação/Abadia de Notre-Dame de Saint-Remy

Os monges têm afirmado que a Lhoist quer aprofundar sua pedreira e redirecionar as águas da fonte Tridaine Spring (Crédito: Divulgação/Abadia de Notre-Dame de Saint-Remy)

Durante uma década, os monges de Notre-Dame de Saint-Remy, em Rochefort, no sul da Bélgica – uma das 14 abadias no mundo que produzem cerveja trapista – lutam contra um dono de pedreira pela pureza da água da nascente local. As informações foram divulgadas pelo The Guardian.

Ainda segundo a reportagem, os monges têm afirmado que a Lhoist, companhia administrada por uma das famílias mais ricas da Bélgica, querem aprofundar sua pedreira e redirecionar as águas da fonte Tridaine Spring, o que poderia alterar o sabor da bebida.

+ The Brooklyn Brewery traz ao Brasil cerveja que celebra a luta pelos direitos LGBTI+
+ Estado norte-americano vai distribuir cerveja de graça para quem se vacinar

Um tribunal da cidade de Liège confirmou que, embora o proprietário da pedreira também seja dono da nascente, ele não tem o direito de remover ou desviar toda ou parte da água que abastece a abadia.

Um porta-voz da Lhoist disse ao The Guardian que a empresa estudaria a decisão antes de decidir se faria um apelo final ao tribunal. A empresa também traçou um plano B, para escavar em outra direção, a fim de prolongar a vida útil da pedreira até 2040.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago