Negócios

Cerveja com preço indexado do desmatamento amazônico é lançada no país

Crédito: AFP

O preço da Colorado Amazônica, produzida pela Ambev, é ajustado pela comparação da média do desmatamento semanal das últimas quatro semanas com o mesmo período do ano passado (Crédito: AFP)

Uma empresa brasileira lançou uma cerveja que varia de preço semanalmente dependendo do aumento ou diminuição do desmatamento na Amazônia.

O preço da Colorado Amazônica, produzida pela Ambev, é ajustado pela comparação da média do desmatamento semanal das últimas quatro semanas com o mesmo período do ano passado.

“Quando reduz o desmatamento, cai o preço da cerveja e quanto menor a floresta, mais cara será a lata de Colorado Amazônica”, explicou a empresa em nota.

+ Alto índice de desmatamento na Amazônia brasileira, embora menor que em 2019
+ Novo protesto do Greenpeace na França contra o desmatamento na Amazônia 

A Colorado Amazônica, vendida em latas de 310 ml, chegou ao mercado no dia 3 de setembro com o preço inicial de R$ 5,49. Mas no primeiro reajuste, feito na última quinta-feira, passou a custar R$ 8,01, um aumento de 45,9%.

Feita de forma artesanal com ingredientes amazônicos, a cerveja hoje é vendida apenas em duas lojas virtuais da Ambev, e 100% da receita vai para uma rede de comunidades indígenas, ribeirinhos e agricultores familiares do Pará.

Essa criativa iniciativa ambiental ocorre em meio a polêmicas internacionais sobre os altos índices de desmatamento na Amazônia, pelos quais muitos culpam o presidente Jair Bolsonaro, defensor da abertura da floresta para atividades como a mineração e a agropecuária.

Segundo os últimos dados oficiais, o desmatamento – responsável por grande parte das queimadas na Amazônia – caiu 21% frente a agosto do ano passado, embora entre janeiro e agosto a redução tenha sido de apenas 5% em relação ao mesmo período de 2019, quando todos os recordes foram alcançados.

Veja também

+ Eclipse solar total: saiba onde e quando poderá ser visto o fenômeno
+ Passo a passo: saiba como cadastrar e usar a CNH digital
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?