Giro

CEO da Pfizer diz que pode alterar vacina para que seja eficaz contra variantes

O CEO da Pfizer, Albert Bourla, afirmou nesta terça-feira, 26, que a farmacêutica pode modificar a composição da vacina que desenvolve em conjunto com a BioNTech para que ela seja eficaz contra novas variantes do coronavírus. Durante evento organizado pela Bloomberg, o executivo explicou que a farmacêutica testará o imunizante todas as vezes que surgirem novas cepas.

“Assim que descobrirmos algo que não é tão eficaz, seremos muito, muito rapidamente capazes de produzir uma dose de reforço que será uma pequena variação da vacina atual”, explicou.

Nos últimos meses, variantes do sars-cov-2 identificadas no Reino Unido, na África do Sul e no Brasil se espalharam pelo mundo e causaram novas ondas de infecções em vários países. Cientista-chefe do governo britânico, Chris Whitty disse hoje que a recente disparada na quantidade de casos na nação insular europeia é resultado dessa mutações. “Será muito mais difícil conter essas variantes”, afirmou.



Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel